O preço de se saber mentiras.

05/01/2007 at 15:24 2 comentários

A humanidade é uma espécie estúpida que se mata desde as cavernas. Só que agora, com técnicas mais eficientes. Não acredito na sobrevivência da humanidade.
João Ubaldo Ribeiro,Escritor

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

Quero um natal com Jesus La Boca

2 Comentários Add your own

  • 1. Avelin  |  08/01/2007 às 18:18

    Dentro deste espaço de tempo confuso e inexato qque chamamos de pós -modernidade a maior luta da humanidade será com toda certeza a luta da tecnologia contra a natureza.Hoje vemos o caos no clima terrestre derretimento de geleiras e queimadas.Somos como o´médico e o monstro , não sabemos mais como dominar a parafernália que preenche nosso dia a dia e nos fez dependentes. Infeliz mente fatalmente esta luta já está perdida pra nossa infelicidade.

    Responder
  • 2. Avelin  |  08/01/2007 às 18:18

    Dentro deste espaço de tempo confuso e inexato qque chamamos de pós -modernidade a maior luta da humanidade será com toda certeza a luta da tecnologia contra a natureza.Hoje vemos o caos no clima terrestre derretimento de geleiras e queimadas.Somos como o´médico e o monstro , não sabemos mais como dominar a parafernália que preenche nosso dia a dia e nos fez dependentes. Infeliz mente fatalmente esta luta já está perdida pra nossa infelicidade.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


janeiro 2007
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

@lucasparisi


%d blogueiros gostam disto: